Mais ricos se aposentam mais cedo que os pobres, aponta estudo

As pessoas mais ricas tendem a se aposentar com menos idade que as mais pobres, segundo um estudo feito pelos pesquisadores Rogério Nagamine Costanzi e Graziela Ansiliero, do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

O governo prepara a reforma da Previdência e um dos pontos mais polêmicos em estudo é o estabelecimento de uma idade mínima,de 65 anos, provavelmente para que a pessoa possa se aposentar.

O estudo aponta que as pessoas com mais escolaridade e que ganham salários maiores normalmente se aposentam na faixa dos 50 anos, com 54 anos, em média, usando o critério do tempo de contribuição ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Por outro lado, aponta a pesquisa, os mais pobres tendem a se aposentar somente após os 60 anos, por outra categoria de aposentadoria, a por idade, que exige que a pessoa tenha no mínimo 65 anos (homens) ou 60 anos (mulheres), e menos tempo de contribuição, só 15 anos. A idade média das pessoas que se aposentam por idade é de 63 anos.

Quem não conseguiu os 15 anos de contribuição, tem mais de 65 anos de idade e é de baixa renda pode receber ainda outro benefício do INSS o BPC/Loas (Benefício da Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social). Quem recebe esse benefício tem, em média, 66 anos, segundo o estudo.

O levantamento usa dados de 2014 da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Comentários

comentários