Mais de 4 toneladas de resíduos e pneus são recolhidas em ação no Lageado

Da Redação

Divulgação

O Projeto Cidade Limpa realizado do dia 30 de setembro ao dia 04 de outubro na região do bairro Lageado recolheu 2,5 toneladas de resíduos de grande volume e 2 toneladas de pneus, totalizando mais de 4 toneladas de depósitos que descartados indevidamente se tornarian potenciais criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.  A ação teve participação efetiva dos servidores da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e contou com o apoio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep).

A ação faz parte das estratégias que estão sendo adotadas pela prefeitura de Campo Grande para controlar os índices das doenças provocadas pelo mosquito. Este ano a Capital enfrentou uma epidemia de dengue com pico de mais de 9 mil notificações somente em um mês.

O secretário de saúde José Mauro Filho destaca a importância das ações preventivas e do trabalho efetivo no combate ao mosquito, que exigem maior atenção em decorrência do retorno das chuvas.

“ Essa é uma ação extremamente importante porque ao oportunizar ao morador um local para que ele faça o descarte correto deste material a gente evita que o mesmo se torne um potencial criadouro. Desta forma conseguimos reduzir os índices de infestação e, consequentemente, a transmissibilidade das doenças provocadas pelo mosquito  ”, disse.

Durante toda a semana os moradores puderam descartar nos local sofás, geladeiras, carcaças de computadores, fogões, carrinhos de mão, pias de cozinha, banheiras de plástico, móveis, armários de aço e máquinas/tanquinhos de lavar roupas. Os agentes da coordenadoria também percorreram casas  e comércios orientando os moradores e realizando a vistoria em terrenos baldios.

O Projeto Cidade Limpa é fruto de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde (Sesau), Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) e contou com o apoio da Águas Guariroba e Solurb.

Comentários