Mães identificam assaltantes mortos por policial de folga em Ponta Porã

Os dois homens armados que morreram em tiroteio com policial militar de folga nesta sexta-feira, no centro de Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, foram identificados pela mães.

Segundo Informações, Fabio Bernal e Ruben Dario Cuevas Ortiz estavam de moto e assaltaram uma estudante de medicina nas proximidades da Caixa Econômica Federal. O policial presenciou a ação e saiu em defesa da jovem e devido a reação dos assaltantes, reagiu atirando nos dois.

O tenente PM Adriano Pechefist disse à imprensa que o policial agiu de acordo com a lei e impediu o assalto contra a estudante . “O policial, tanto civil quanto militar, não deixa de ser policial quando está de folga”. Ele confirmou que um dos mortos eram suspeitos de vários assaltos na cidade.

Os mortos foram identificados pelas mães. Segundo a polícia, os dois são “brasiguaios”, ou seja, filhos de brasileiros e paraguaios que moram na Linha Internacional e transitam livremente tanto em Ponta Porã quanto em Pedro Juan Caballero.

Em grupos do aplicativo WhatsApp, moradores das ruas cidades comemoram a ação do policial.

“Mais dois CPFs de bandidos cancelados, parabéns ao policial, merece ser promovido”, escreveu um deles. As cidades irmãs enfrentam uma onda de assaltos, principalmente praticados por homens de moto.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui