Luxemburgo vai a sindicato encontrar com Lula: “Rasgaram a Constituição”

Gazeta Esportiva.com

Luxa disse compartilhar das mesmas ideias de Lula (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Vanderlei Luxemburgo compareceu ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC na manhã deste sábado, em São Bernardo do Campo, para prestar apoio ao ex-presidente Lula. O treinador chegou acompanhado do ex-ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e demonstrou seu engajamento político ao conversar com a imprensa.

“Continuo filiado ao PT. Vim aqui para falar com um amigo, com uma pessoa. A questão é pessoal. Quero falar com Lula”, disse Luxemburgo.

“Vim aqui para dar um abraço nele. Sabendo que as coisas vão acontecer, a gente tem que estar junto. Rasgaram a Constituição, o processo é totalmente injusto. Não sei se é inibição pela possibilidade de ele voltar ao poder. Houve um completo desmando nisso aí”, completou o treinador.

Desde quinta-feira, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) recusou o habeas corpus de Lula, que esperava responder seu processo em liberdade, o ex-presidente se dirigiu ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde está cercado de pessoas próximas do partido, além de contar com o grande apoio popular, que faz vigília à frente do edifício.

Condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo caso do tríplex no Guarujá, Lula deve se dirigir à sede da Polícia Federal em Curitiba ainda neste sábado, porém, somente após a missa em homenagem à Marisa Letícia, ex-primeira-dama, que faleceu em fevereiro do ano passado e completaria 68 anos.

O avião da PF já está no Aeroporto de Congonhas esperando para levar Lula à capital paranaense. Lá, o ex-presidente ficará instalado em uma sala reservada, separada da custódia, pelo fato de ter exercido o cargo máximo da política do País.

Comentários