Luiza vai à Câmara acompanhada de ‘seguranças’ e sessão é suspensa

O vereador Aírton Saraiva (DEM), pediu a suspensão da sessão desta quinta-feira da Câmara Municipal afirmando que vereadora Luiza Ribeiro (PPS), chegou à Casa escoltada por dois policiais à paisana. A sessão foi suspensa as 10h05.

22luiza

Segundo Saraiva, “os homens teriam sido identificados como Policiais Militares lotados no gabinete do prefeito Alcides Bernal. Esse é o tipo de relacionamento que o prefeito quer travar com esta Casa?”, questionou o vereador.

“Eu não acredito que ela tenha feito isso (chamado seguranças). Se fez, é mais um grande erro”, discursou Vanderlei Cabeludo (PMDB). Luiza Ribeiro, por sua vez, negou que os homens suspeitos de estarem armados foram à Câmara a seu pedido.

Nenhuma fonte oficial confirma ser este o caso ou o motivo pelo qual os agentes tenham sido deslocados até o plenário da Câmara.

Após a denúncia feita pelo vereador, o presidente da Câmara, vereador Flávio César (PTdoB) suspendeu à sessão e chamou os vereadores para uma reunião à portas fechadas. O regimento interno da Câmara não permite a presença de pessoas armadas na Casa de Leis, salvo disposições excepcionais e específicas em contrário.

Os vereadores deixaram o plenário e começaram uma reunião para avaliarem a situação. Luiza Ribeiro está reunida junto com os colegas e, por enquanto, não há qualquer informação que confirme este rumor.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários