Longen encaminha ofício ao presidente do Congresso pela aprovação da MP do Contrato Verde Amarelo

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, encaminhou, nesta sexta-feira (06/12), um ofício ao presidente do Congresso Nacional e do Senado Federal, senador Davi Alcolumbre, solicitando a instalação de Comissão Mista para análise da Medida Provisória nº 905/2019, que cria o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo e faz diversas alterações na legislação trabalhista com foco na continuidade da modernização das relações do trabalho. Uma cópia do ofício também foi enviada para o coordenador da Bancada Federal de Mato Grosso do Sul, senador Nelsinho Trad.

Divulgação/FIEMS.

Para ele, a MP do Contrato Verde Amarelo, como ficou mais conhecida, é de extrema importância para o setor produtivo por favorecer o ambiente de negócios, a segurança jurídica e a competitividade. Entre outros pontos, a medida libera o trabalho aos domingos e feriados em todas as atividades produtivas, garantido o descanso semanal remunerado dos trabalhadores, melhora as regras relativas às Participações nos Lucros e Resultados e aperfeiçoamento as regras sobre prêmios.

“Em prol da indústria, todos os presidentes de Federação do Brasil solicitaram o apoio do senador Davi Alcolumbre e, nessa condição, também contamos com nossos parlamentares aqui de Mato Grosso do Sul, em especial, do senador Nelsinho Trad, porque entendemos que essa Medida Provisória não pode perder a validade. Ela é muito importante para esse novo Brasil, que busca uma nação menos burocrática e com mais liberdade de trabalho”, ressaltou Sérgio Longen.

Ele completa que esse trabalho a quatro mãos que está sendo construído é de extrema importância para que o País possa virar a página do desemprego e da recessão. “Só assim vamos conseguir avançar em 2020 com um PIB (Produto Interno Bruto) acima de 2%, como já é sonhado por todos os brasileiros. Nós entendemos que esse é o caminho para chegarmos à discussão da Medida Provisória. O Brasil vem caminhando nesse sentido de liberdade de trabalho, pois a produção precisa urgentemente ser desburocratizada. O custo Brasil precisa ser de certa forma eliminado e não podemos mais suportar isso”, argumentou.

Sobre o papel do senador Nelsinho Trad nessa articulação, o presidente da Fiems ressalta que, como coordenador da Bancada Federal de Mato Grosso do Sul, o parlamentar tem de conduzir essa ação. “É muito importante que o senador Nelsinho entenda a importância dessa MP para o setor produtivo do Estado. Estamos tratando disso juntos e, cada vez mais, ele tem mostrado a preocupação com o setor produtivo, atuando de forma alinhada com as nossas demandas. Com a sua articulação, ele vai conseguir fazer com que o nosso pleito seja atendido pelo Congresso Nacional, já que não podemos nem sonhar que essa Medida Provisória venha a perder a validade”, finalizou.

*com informações da FIEMS

Comentários