“Lei do farol” geral mais de 100 multas por dia nas BR’s do Estado

Em vigência há pouco mais de um mês, a lei que obriga os condutores a manter o farol aceso em rodovias durante o dia já multou mais de 3 mil pessoas em Mato Grosso do Sul, conforma balanço divulgado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) no Estado.

Ao todo 3.014 mil veículos foram flagrados com os faróis apagados em rodovias federais de Mato Grosso do Sul
Ao todo 3.014 mil veículos foram flagrados com os faróis apagados em rodovias federais de Mato Grosso do Sul

No total, conforme levantamento, 3.014 mil motoristas foram multados por estarem na rodovia com os faróis apagados no primeiro mês de vigência, equivalente a 100 notificações por dia só nas rodovias federais. Os registros foram feitos entre o dia 08 de julho e 08 de agosto, ao todo no país foram 124.180 mil autos de infrações de flagrantes de desrespeito à legislação, nas rodovias federais feitos pela PRF.

Ainda de acordo com o balanço, no estado neste período houve uma redução no número de colisões frontais durante o dia, com queda de 75% colisões frontais, de 50% feridos graves e queda de 50% número de mortos.

Segundo o documento, para análise estatística, o período estimado é curto para que se tenha uma afirmação concreta sobre tendência, mas o registro de diminuição de acidentes e mortos é relevante inclusive para alertar aos motoristas sobre possibilidades de mudar o cenário de violência no trânsito.

Acidentes e infrações

O documento mostra ainda que os estados com o maior número de infrações foram Goiás com 14.683 mil, Minas Gerais 12.660 mil, Paraná 12.976, Rio de Janeiro 11.100 mil e Santa Catarina 10.720 mil, com motoristas flagrados conduzindo durante o dia com os faróis apagados.

A PRF registrou nesse período 117 acidentes do tipo colisão frontal em pistas simples, número 36% menor comparado aos 183 registrado no mesmo período de 2015.

Nestes acidentes somam 39 óbitos e 67 feridos graves, números respectivamente 56% e 41% menores quando comparados ao mesmo período do ano passado que foram 88 óbitos e 113 feridos graves.

Já os atropelamentos somam 86 em rodovias federais, número 34% menor do que os 131 registrados em 2015. No resultado destes atropelamentos também foi registrado queda no número de mortos 10 óbitos em 2016 e 16 em 2015. Os feridos graves somam 43 feridos graves em 2016, contra 63 em 2015.

Comentários

comentários