Licitação do tapa-buraco na Capital vai prosseguir em agosto

Jackson Nogueira

Liberada pelo Tribunal de Contas, a licitação da prefeitura de Campo Grande para o tapa-buraco vai prosseguir no dia 17 de agosto. Nesta data, a administração municipal receberá as propostas no Paço Municipal.a partir das 8h.

O edital, lançado em 28 de abril, previa gastos de até R$ 47.446.916,16.

Na semana passada, quando o TCE divulgou a liberação, o secretário municipal de obras, Rudi Fiorese, explicou que foram feitas poucas alterações no edital. “O valor de R$ 47 milhões ficou o mesmo, o preço unitário de alguns itens também foi inalterado. As empresas que forem contratadas devem ficar responsáveis pela compra do Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ)”, detalhou na ocasião.

Agora, a prefeitura precisa correr contra o tempo para que a empresa seja contratada antes de setembro, época em que se encerram os contratos emergenciais com as atuais empresas. Também na semana passada, o município já tinha rescindido o contrato com a Selco Engenharia.

Os serviços serão nas sete regiões urbanas da cidade: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo.

O edital, lançado em 28 de abril, previa gastos de até R$ 47.446.916,16. Em 30 de maio, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) suspendeu o procedimento após o IEAMA (Inspetoria de Engenharia, Arquitetura e Meio Ambiente), setor do próprio tribunal, apontar irregularidades. A concorrência foi liberada pelo Tribunal de Contas na última quinta-feira (dia 13).

Segundo o conselheiro Jerson Domigos, que determinou a suspensão, agora a prefeitura está em “rigoroso atendimento às normas licitatórias”.

Comentários