Leilão de bens de traficantes deve ocorrer em trinta dias, diz Justiça

A Justiça Federal determinou o leilão dos bens dos traficantes presos pela operação Nevada, no dia 9 de junho de 2016, em Mato Grosso do Sul. Segundo a Polícia Federal, o patrimônio foi avaliado em R$ 10 milhões. Só o imóvel de um dos chefes, em Campo Grande, vale cerca de R$ 3 milhões.

Patrimônio da quadrilha é avaliado em R$ 10 mi (Foto: Divulgação )
Patrimônio da quadrilha é avaliado em R$ 10 mi (Foto: Divulgação )

De acordo com o G1, os integrantes da quadrilha levavam uma vida de luxo e ostentação. Os detalhes da decoração e do conforto mostra o cotidiano luxuoso. Em uma sala tem muitos móveis requintados como o sofá de R$ 18 mil como consta na nota fiscal, além da mesa de vidro de R$ 18,2 mil, que tem a base um tronco de árvore.

A polícia encontrou muitas peças de cristais, um faqueiro em prata de lei, xícaras e mais pratarias. Para ir para parte de cima da casa, tem de passar por uma escada de mármore. Vários quadros pela casa. No escritório, foi colocado um “trono” e uma foto do filme “O poderoso chefão” para decorar o ambiente.

Alguns armários embutidos foram destruídos pela PF que até quebraram as paredes para ser se encontravam alguma coisa. Há informações de que o dono da casa escondia dinheiro dentro dos armários e dentro das paredes.

Em um dos quartos, é possível ter noção da extravagância do morador. Coleção de óculos importados, muitas camisas, vários perfumes e também muitos calçados, nada foi usado.

Tudo está sendo catalogado porque vai ser vendido em leilão. De acordo com os leiloeiros, vai levar pelo menos 30 dias para fazer um levantamento de tudo: da quantidade e valores desses objetos. A Justiça Federal ainda não definiu a data do leilão.

Comentários

comentários