Laudos da perícia nos celulares da Coffee Break serão entregues hoje ao Gaeco

Os laudos dos nos 17 celulares apreendidos durante a Operação Coffe Break no dia 25 de agosto serão entregues na manhã desta quarta-feira (14) ao promotor Marcos Alex Vera de Oliveira, coordenador do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), pelo diretor do IC, Eduardo Carvalho.

Marcos Alex chegou a declarar, durante visita ao Instituto de Criminalística, que em somente um aparelho gerou 50 mil mensagens de dados
Marcos Alex chegou a declarar, durante visita ao Instituto de Criminalística, que em somente um aparelho gerou 50 mil mensagens de dados

Segundo a assessoria do Gaeco, as investigações ficaram paralisadas por praticamente duas semanas, enquanto os agentes aguardavam a chegada desses documentos. Assim que toda a papelada estiver nas mãos do promotor, as informações dos celulares serão confrontadas com os depoimentos dados pelas testemunhas durante as oitivas realizada na sede do órgão.

O material a ser entregue ao Gaeco está armazenado em pen-drive, DVD e HD. E para cada alvo foi elaborado um relatório, com cerca de 10 páginas impressas cada. Os relatórios servirão como guias para as análises dos dados pelos técnicos do Gaeco. Nem mesmo os aparelhos criptografados ou piratas escapam do sistema de extração dos dados dessa máquina. Segundo Eduardo Carvalho, os peritos conseguiram recuperar praticamente todos as informações deletadas e até mesmo que estavam na “nuvem” dos aparelhos apreendidos.

Marcos Alex chegou a declarar, durante visita ao Instituto de Criminalística, que em somente um aparelho gerou 50 mil mensagens de dados. A previsão é que a análise do material leve um mês para ser confrontado com as informações das oitivas.

A entrega oficial do material deve acontecer às 9 horas, na sede do Instituto de Criminalística, localizado dentro do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), em Campo Grande.

Comentários

comentários