Juventude segura pressão, elimina São Paulo e avança às quartas da Copa do Brasil

Mesmo com a pressão, Juventude consegue a classificação (Reprodução-ESPN)
Mesmo com a pressão, Juventude consegue a classificação (Reprodução-ESPN)

As quartas de final da Copa do Brasil de 2016 só contarão com clubes que já foram campeões do torneio. Nesta quinta-feira (22), o Juventude foi derrotado pelo São Paulo no estádio Alfredo Jaconi por 1 a 0, mas avançou graças ao triunfo por 2 a 1 no duelo de ida. Rodrigo Caio fez o único gol do jogo.

O time gaúcho se junta a Atlético-MG, Cruzeiro, Corinthians, Grêmio, Internacional, Palmeiras e Santos no grupo dos oito “sobreviventes” da competição.

O rival do Juventude, que venceu a Copa do Brasil em 1999, na próxima fase da competição será conhecido em sorteio que ocorrerá hoje (23), na sede da CBF, a partir das 8h. Os duelos das quartas serão disputados no dia 28 de setembro e 19 de outubro.

O São Paulo – que nunca tinha sido eliminado do torneio por uma equipe da terceira divisão –  volta a campo por uma competição nacional no domingo, quando enfrenta o Vitória fora de casa às 16h, pelo Brasileirão. O Juventude volta a atuar pela Série C no dia 3 de outubro, quando encara o Fortaleza pela partida de ida das quartas de final da competição.

Confira os melhores momentos da partida no vídeo abaixo (Cana Soccer in Brazil)

HOMENAGEM E MARCA

Antes do começo da partida, o São Paulo recebeu uma homenagem do Juventude no estádio Alfredo Jaconi. Nesta data, há 55 anos, o time gaúcho sofreu um acidente e alguns jogadores do elenco morreram. O São Paulo ajudou emprestando alguns atletas e dinheiro.

A partida também foi importante para o uruguaio Diego Lugano. Substituto de Maicon, machucado, o zagueiro completou 200 jogos com a camisa do time do Morumbi.

GOL NO SEGUNDO TEMPO

Depois de um primeiro tempo com algumas chances de gol – o Juventude acertou a trave de Denis com Roberson e Elias defendeu bem cobrança de falta de Cueva -, a segunda etapa viu a rede balançar aos 23 minutos.

Bruno cruzou para área, e Rodrigo Caio – em posição irregular – cabeceou para fazer 1 a 0 para os visitantes. O São Paulo seguiu pressionando para alcançar o segundo gol e a classificação, mas não foi bem-sucedido – o time ainda reclamou de um pênalti não marcado no fim, quando um jogador do Juventude tentou afastar de cabeça um cruzamento e a bola acabou pegando só em seu braço.

Comentários

comentários