Juventude marca no fim, vence por 2 a 1 e elimina o Botafogo da Copa do Brasil

Globo Esporte/JN

Eliminação aumenta pressão sobre o trabalho de Zé Ricardo no Alvinegro

Assim como há 20 anos, deu Juventude. No reencontro da final da Copa do Brasil em 1999, o clube gaúcho levou a melhor, venceu o Botafogo por 2 a 1 nesta quinta-feira, em Caxias do Sul, e garantiu sua vaga na quarta fase da competição. O Alvinegro até saiu na frente com Cícero, mas teve Alex Santana expulso ainda no primeiro tempo e levou a virada com gols de Braian Rodríguez e Dalberto na etapa final. Roteiro repetido no Alfredo Jaconi: festa do Ju e tristeza em preto e branco.

Braian Rodriguez comemora o primeiro gol do Juventude (Foto: Reprodução / Twitter Juventude)

Eliminado da Copa do Brasil, o Botafogo ficará 16 dias se jogar. O próximo compromisso do Alvinegro será apenas no dia 27 de abril, na estreia do Campeonato Brasileiro, contra o São Paulo. Já o Juventude espera para saber qual será o seu adversário na quarta fase da Copa do Brasil, que será disputada já a partir da semana que vem.

A eliminação foi com requintes de crueldade para a torcida do Botafogo. Assim como em 1999, quando foi vice-campeão da Copa do Brasil perdendo a final para o Juventude, o roteiro da eliminação foi o mesmo: empate no Rio (0 a 0 há 20 anos e 1 a 1 agora) e derrota por 2 a 1 em Caxias do Sul. Outra coincidência: o Alvinegro mais uma vez teve dois gols anulados no Alfredo Jaconi. Dessa vez, no entanto, ambos foram corretamente anulados.

EXPULSÃO CRUCIAL

O Botafogo vencia por 1 a 0 quando Alex Santana foi expulso aos 40 minutos do primeiro tempo. E foi uma expulsão infantil em apenas quatro minutos. Aos 36, o camisa 10 levou o amarelo o retardar o reinício do jogo. Pouco depois, deu uma solada em Rafael Jataí e recebeu o segundo amarelo. Expulsão justa na opinião do comentarista de arbitragem Márcio Rezende de Freitas.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui