Justiça manda professor pra cadeia após confirmar estupro contra enteada

Um professor de 42 anos e morador no bairro Jardim dos Estados, teve sua prisão decretada ontem (12) em Dourados, sul do Estado, pelo juiz Marcus Vinícius de Oliveira. Ele é suspeito de ter estuprado a enteada de 16 anos.

13enteada
Mesmo preso, o acusado nega o crime (Foto: Ilustração)

A denúncia chegou ao Conselho Tutelar e foi investigada pela delegada titular da Delegacia da Mulher, Rozeli Galego.

De acordo com a polícia, a vítima afirma que os abusos vinham sendo cometidos desde que ela tinha seis anos de idade, mas que somente foi consumado quando ela completou 14 anos.

Ainda segundo a polícia, a menor não teria denunciado o caso por medo de retaliações do padrasto. Ela estaria sofrendo ameaças dele e resolveu ficar calada.

O crime foi descoberto por meio de denúncia ao Conselho Tutelar. A mãe da vítima, que tem dois filhos pequenos com o professor, disse que nunca havia suspeitado de nada errado.

Ele foi autuado por estupro de vulnerável e está preso na cadeia pública no 1º Distrito Policial, mas nega as acusações.

Comentários

comentários