Justiça decide libertar ex-secretário estadual investigado na Lama Asfáltica

A Quinta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região deferiu pedido de liminar da defesa do ex-secretário-adjunto de Fazenda, André Cance, para que ele seja libertado.

André Cance foi secretário-adjunto de fazenda, na gestão do ex-governador André Puccinello (PMDB) (Foto: Reprodução)

O integrante da administração de André Puccinelli no Governo do Estado fora preso na quinta-feira (11), depois de a Polícia Federal cumprir mandado de prisão preventiva na Operação Máquinas de Lama, 3ª fase da Lama Asfáltica.

A decisão é do desembargador Paulo Fontes, que concedeu o habeas corpus solicitado pelo advogado de Cance, José Wanderley. De acordo com a defesa, o pedido se baseou no argumento de que “não havia razão para Cance ficar preso”.

Os desembargadores também determinaram o envio de email para a 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande para solicitar informações e comunicar o deferimento da liminar.

André Cance está preso no centro de triagem do presídio de segurança máxima de Campo Grande e deverá ser solto ainda nesta terça-feira (16).

 

Comentários