Juiz Odilon de Oliveira anuncia sua aposentadoria

Juiz federal Odilon de Oliveira (Foto: Elivelton Almeida)

Um dos juízes mais famosos do Brasil, o juiz federal Odilon de Oliveira, conhecido por atuar no combate ao crime organizado na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, anunciou nesta quinta-feira (23), dia em que completa 30 anos de profissão, que realizou o pedido de sua aposentadoria.

Famoso por desestruturar dezenas de organizações criminosas e por condenar centenas de traficantes perigosos, Odilon diz estar “saturado pela hipocrisia da Justiça Penal Brasileira”.

Em comunicado feito pela rede social Facebook, o juiz completa dizendo que das três décadas em exercício da profissão, passou a conviver com forte escolta por 18 anos. “Embora tenha causado enorme constrangimento para nossa família, ainda não me arrependi de nada”, declara.

História

Com o objetivo de fugir da seca, Odilon e sua família se mudaram para o então Mato Grosso em 1953. Trabalhando com seus pais em lavouras, foi alfabetizado em casa e concluiu o curso de Direito aos 29 anos.

Juiz federal desde 1987 e titular da única vara especializada em crimes financeiros e de lavagem de dinheiro de Mato Grosso do Sul, Odilon já foi procurador federal, promotor de justiça e juiz de direito.

Dezenas de prêmios por mérito de seu trabalho enriquecem seu currículo. Entre eles: A Ordem do Mérito Militar, por decreto presidencial de 30/03/2000; O Mérito pela Valorização da Vida – Secretaria Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, em 2009; PNBE – Pensamento Nacional das Bases Empresariais, em São Paulo, no ano de 2010; Mérito Legislativo, em 2011 – Câmara dos Deputados Federais; Prêmio da Organização das Nações Unidas (UNODC), em 2011.

Comentários

comentários