Juiz mantém prisão e motorista flagrado com maior carga de maconha do país vai à PED

De acordo com a decisão expedida pela Justiça, foi mantida a prisão preventiva de Leandro Alves, 32, morador de Nova Andradina. Ele é acusado de conduzir a carreta carregada com a maior carga de drogas do país.

Foto: Divulgação PMR

Conforme o Dourados News, a apreensão ocorreu no último sábado (10), quando a equipe do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) da PMR (Polícia Militar Rodoviária) abordou a carreta carregada com 36,5 toneladas de maconha, no município de Deodápolis.

O entorpecente estava escondido no meio de um carregamento de soja na carreta que trafegava no trecho da rodovia MS-279, próximo ao distrito de Lagoa Bonita. À polícia, o motorista disse que pegou a carreta em Rio Brilhante já com a soja e foi até Ponta Porã carregar a droga, que possivelmente seguiria para o estado de São Paulo.

Segundo o advogado de defesa Renan Souza Pompeu foi mantida a prisão preventiva do acusado, que posteriormente será encaminhado para a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Incineração

Na tarde desta segunda-feira (12), foi realizada a incineração da droga. A ação ocorre no DID (Distrito Industrial de Dourados), acompanhada por autoridades policiais. A incineração foi efetuada com agilidade, diante da dificuldade da armazenagem da grande quantidade do entorpecente.