Juiz diretor apresenta novas regras para ingresso no Fórum da Capital

O juiz diretor do Foro de Campo Grande, Flávio Saad Peron, esteve na tarde desta sexta-feira (5) no gabinete do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul, Mansour Elias Karmouche, para apresentar à classe dos advogados as novas regras de ingresso no Fórum da Capital a partir da próxima segunda-feira, dia 8 de julho. Os equipamentos estarão em fase de testes nesta primeira semana de funcionamento.

A partir desta data, todas as pessoas que adentrarem ao Fórum de Campo Grande terão que depositar seus pertences em esteiras de Raio-X. O funcionamento do equipamento conclui o novo sistema de segurança implantado no prédio. O equipamento verifica os pertences e o cidadão, antes de adentrar nas instalações, passa por um pórtico de detecção de metais.

O juiz diretor do Foro, Flávio Saad Peron, lembra que a população deve se atentar para colocar objetos como celulares, chaves, notebooks e outros equipamentos de metal na esteira. “Todos serão submetidos ao mesmo tratamento e prevalecerá o princípio da igualdade”, disse ele.

A implantação do sistema de segurança conta ainda com uma equipe de vigilantes.

Legislação – A Resolução nº 104/2010, do CNJ, recomendou aos Tribunais de Justiça que tomassem medidas para reforçar a segurança, que instalassem câmeras de vigilância e fizessem o controle de acesso aos prédios com varas criminais, entre outros.

A medida considera que a criminalidade sofreu profunda modificação nos últimos tempos, sendo cada vez mais comuns os crimes de base organizativa. Além disso, com frequência são registrados incidentes, ameaças e atentados a juízes.

Com o funcionamento da esteira de Raio-X, todas as pessoas que adentrarem ao prédio do Fórum terão que depositar seus pertencem nas esteiras e passar pelo portal de detecção de metais, assim como acontece em aeroportos.

Investimento – A administração do TJMS, por meio de sua Comissão Permanente de Segurança Institucional, presidida pelo Des. Vladimir Abreu da Silva e da qual fazem parte a Assessoria de Inteligência e a Assessoria Militar, com apoio dos juízes diretores dos foros, fez amplo estudo de segurança nos últimos anos e a instalação de esteiras de Raio-X nas entradas principais do Fórum de Campo Grande é um dos equipamentos que faltavam para concluir esse aperfeiçoamento. Somente neste equipamento e seus acessórios foram investidos R$ 330.200,00.

A obra como um todo incluiu a construção de três novas celas no subsolo e a criação de um novo acesso ao prédio para uso exclusivo de presos em flagrante, trazidos por autoridades policiais para as audiências de custódia, cujas salas também foram criadas nesta reforma. Tudo para aumentar a segurança e o cuidado com aqueles que utilizam as dependências do Fórum.

Comentários