Judô de MS iguala número de medalhas de 2018 nos Jogos Escolares da Juventude

Da Redação

Divulgação

Bastaram apenas dois dias de disputas na etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau-SC, para o judô de Mato Grosso do Sul igualar o número de medalhas conquistadas no ano passado, oito ao todo. A marca foi alcançada pelos judocas da faixa etária de 12 a 14 anos, nos tatames da Vila Germânica. A delegação sul-mato-grossense recebe apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Nesta segunda-feira (18), os alunos-atletas da arte marcial do “caminho suave” subiram quatro vezes ao pódio, faturando duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Um dia antes, os sul-mato-grossenses estrearam e já colocaram quatro medalhas no peito: três de bronze e uma de ouro.

O segundo dia de conquistas começou logo com a condecoração dourada. João Pedro de Andrade, do Colégio Raul Sans de Matos – Funlec, de Campo Grande, foi o responsável por obtê-la, na categoria meio-médio (até 53 kg). Para isso, teve de passar por Cauã Kiwada (SP), Guilherme Carvalho (RR), Mizael Bezerra (CE), Alisson Souza (SC) e Claudio Santana (MA).

O outro ouro veio com Manuela Santos de Souza, do Colégio Adventista de Dourados, na categoria pesado (acima de 64 kg). No caminho, a douradense encarou Dalimary Sousa (MG), Amanda Santos (BA), Amanda Christ (SC), Emilly Santos (PR e, na final, Maria Birino (MA).

Maria Julia Siqueira Moreira, do Colégio Raul Sans de Matos – Funlec, assegurou a medalha de prata na categoria médio (até 58 kg). Até chegar à decisão, a judoca passou por Ana Queiroz (AM), Luana Moraes (MT) e Kayllane Barbosa (RN). A final foi diante da brasiliense Bianca Reis, que terminou com o ouro.

O judoca Breno Dias Duarte, de Dourados, na pesado (acima de 64 kg), fechou o segundo dia dos JEJ Blumenau na modalidade com a medalha bronzeada. O aluno-atleta da Escola Estadual Castro Alves perdeu na semifinal para o gaúcho Vitor Fagundes (RS) e precisou passar pela repescagem para atingir o terceiro lugar. O duelo que decidiu a medalha foi contra Enzo Machado (GO).

Com o total de medalhas faturadas, o Colégio Raul Sans de Matos – Funlec terminou os embates na faixa etária de 12 a 14 anos com a segunda colocação geral por instituições de ensino. Mato Grosso do Sul, inclusive, foi o único Estado com três escolas entre as 10 melhores do país na modalidade. A Escola Adventista de Dourados foi a sétima e o Serviço de Educação Integral (Sei), também de Dourados, ficou logo atrás, na oitava colocação.

Nesta terça-feira (19.11), iniciam-se os duelos entre os atletas-estudantes de 15 a 17 anos nas categorias superligeiro, ligeiro, meio-leve e leve. Confira as oito lutas:

Feminino – Superligeiro (até 40 kg)
Leticia Reis Borges (Escola Estadual Rui Barbosa, de Campo Grande) – Começa na fase oitavas de final, contra Mary Lucas, do Rio de Janeiro.

Feminino – Ligeiro (até 44 kg)
Maria Eduarda Katsumata (Escola Estadual Flavina Maria da Silva, de Campo Grande) – Começa nas quartas de final, contra Hemily Oliveira, de Alagoas ou Laura Soken, do Paraná.

Feminino – Meio-leve (até 48 kg)
Aléxia Vitória Nascimento (Colégio Status, de Campo Grande) – Começa nas quartas de final, contra Beatriz Lopes, do Rio de Janeiro ou Flávia Santos, da Paraíba.

Feminino – Leve (até 52 kg)
Leticia Domingues Menino (Escola Estadual Teotônio Vilela, de Campo Grande) – Começa na fase 16 avos de final, contra Ana Cassita, do Paraná.

Masculino – Superligeiro (até 50 kg)
Ricardo Maia Filho (Escola Estadual Amando de Oliveira, de Campo Grande) – Começa na fase 16 avos de final, contra Iago Oliveira, do Amapá.

Masculino – Ligeiro (até 55 kg)
Keller da Silva Gomes (Escola Estadual Izaura Higa, de Campo Grande) – Começa na fase 16 avos de final, contra Luis Danjour, do Rio Grande do Norte.

Masculino – Meio-leve (até 60 kg)
Márcio Inácio Lima (Escola Estadual Joaquim Murtinho, de Campo Grande) – Começa na fase 16 avos de final, contra João Souza, do Rio de Janeiro.

Masculino – Leve (até 66 kg)
Guilherme Mendes de Morais (Escola Estadual Carlos Henrique Schrader, de Campo Grande) – Começa nas oitavas de final, contra Pedro Borges, do Tocantins.

Comentários