Jovem que matou motociclista atropelado se apresenta à polícia

Mark Lee Alves Reginaldo, 20 anos, que atropelou e matou o jardineiro Jefferson Moreira, 37 anos, na manhã do dia 24 de dezembro no bairro Nova Lima, em Campo Grande, se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (26).

Acompanhado do advogado Selmen Dalloul, Mark chegou na 2ª Delegacia de Polícia Civil por volta das 14h20. Familiares de Mark e a mulher que dirigia a picape Peugeot Hoggar no momento da briga também estão no local.

O caso aconteceu na última segunda-feira, véspera de Natal. Câmeras de segurança de estabelecimentos das ruas Abrão Anache com Jeronimo de Albuquerque, na região do Jardim Anache, flagraram o crime.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o motorista da Peugeot Hoggar entra na preferencial e o motociclista, Jefferson Moreira, 37 anos, acaba batendo na lateral traseira do carro. Ele desce da moto, assim como Mark, que estava de passageiro no veículo, e ambos começam uma discussão por conta do acidente.

Suspeito chegou acompanhado de advogado

Durante a confusão, suspeito e vítima trocam empurrões. Uma testemunha tenta acalmar os ânimos e encerrar a discussão. Pouco depois, Mark entra no veículo, assume a direção e atropela o motociclista, fugindo em seguida. Conforme boletim de ocorrência, na picape também estavam uma mulher e uma criança.

Eles teriam discutido porque Mark tentou fugir da responsabilidade de arcar com os danos materiais da moto de Jefferson.

O carro foi encontrado abandonado, na manhã de ontem, em um lava jato no Bairro Nossa Senhora das Graças. A picape Peugeot Hoggar branca estava com as marcas do acidente e sem a tampa de caçamba. O veículo estava trancado, no cruzamento das ruas Maria Izabel Couto Pontes com a Cotegipe.

 

Comentários