Jovem é preso em MS por filmar corpos de assaltantes

Um jovem de 19 anos foi preso após filmar os corpos de dois suspeitos de cometer assaltos na noite dessa quinta-feira (14), no bairro Manoel Taveira, em Campo Grande. De acordo com a ocorrência, o rapaz usava um celular para registrar todo o trabalho da equipe policial durante a perícia.

Polícia no local onde suspeitos foram mortos em MS — Foto: Reprodução/TV Morena

Segundo a ocorrência, o jovem ao ser flagrado e abordado por um militar, disse que filmaria os corpos porque queria mandar o material para a mãe.

O rapaz foi encaminhado para a delegacia e teve o celular apreendido para perícia. Segundo a polícia, ele irá responder pelo crime de vilipêndio a cadáver (desrespeito ao corpo) e, se condenado, pode pegar de 1 a 3 anos de prisão.

O crime
Os dois suspeitos de assalto foram mortos por um sargento do Exército, de 42 anos. O militar contou à polícia que seguia a pé para a casa dele quando foi rendido, ficou com arma apontada para o peito, mas conseguiu sacar a própria pistola e então atirou.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o militar fechou a farmácia da esposa dele, saiu de lá com o dinheiro do caixa e seguiu a pé para a casa. No caminho, percebeu que estava sendo seguido por dois suspeitos em uma moto, entrou em uma padaria e depois continuou o trajeto.

Conforme o registro policial, o piloto da moto fez menção que fosse sacar uma arma e o militar então também atirou nele. Os dois ainda seguiram por alguns metros em na moto e caíram com a arma perto.

Comentários