Jovem desaparecida pode ter sido estuprada antes ser assassinada

Desaparecida havia dois dias, a jovem Laura Helena da Silva, de 21 anos, foi encontrada morta ontem à tarde (5) às margens da MS-427, em Rio Verde de Mato Grosso, norte do Estado.

O corpo foi encontrado às margens da estrada (Foto: Edição de Notícias)
O corpo foi encontrado às margens da estrada (Foto: Edição de Notícias)

Funcionários da secretaria de obras que roçavam o mato às margens da rodovia, encontraram o corpo seminu e em estado de decomposição.

De acordo com o site Edição de Notícias, os funcionários acionaram a PM.

Segundo o delegado José Roberto de Oliveira Junior, responsável pelo caso, a família de Laura havia registrado boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da jovem na tarde de ontem (5).

Ainda de a cordo com o relato dos familiares, Laura tinha sido vista pela última vez numa festa no sábado (3), em uma lanchonete em frente à Praça das Américas.

Peritos do Núcleo Regional de Perícias de Coxim foram acionados e conforme análise inicial, a vítima apresentava lesões nas costas, nos braços, nas pernas, nos pés, nas mãos e um corte contuso na cabeça.

Camisinhas também foram encontradas do outro lado da rodovia, bem próximo ao local onde o corpo estava.

Uma das suspeitas é que a vítima pode ter sido estuprada, já que ela estava sem a parte de baixo das roupas e as mesmas não foram encontradas no local.

Outra hipótese, segundo o delegado, é que ela tenha sido assassinada em outro lugar e o corpo jogado às margens da rodovia.

Comentários