Jovem após briga, incendeia casa/comércio do marido e agride a sogra

Lúcio Borges

A violência contra a mulher é alarmante em Mato Grosso do Sul, colando o Estado entre os dois primeiros do País com grave índice e casos que chegam ao Feminicído, crime de morte pelo gênero. Contudo, como o Página Brazil já noticiou dois ou três casos em últimos meses, a mulherada tem partido para o outro lado e vem proporcionando ações violentas contra homens e ou até com parentes dos mesmos. Este é o caso que ocorreu durante a madrugada sábado (20), onde uma jovem de 22 anos, brigou com então marido, outro jovem de 19 anos, e após colocou fogo na residencia e comercio, um lava jato, como ainda agrediu a mãe do rapaz.

Conforme dados policiais, que apesar de não ter liberado nomes dos envolvidos, aponta que uma idosa de 63 anos, foi agredida na cabeça com pancadas, pela nora de 22 anos, na madrugada de hoje, no Jardim Panorama, região Noroeste de Campo Grande. A violência veio ainda após um incêndio criminoso no lava-jato do filho, onde  a vítima ficou com hematomas no olho.

De acordo com a PM, a polícia foi chamada por volta das 3 horas da madrugada e já encontrou a autora detida por agentes do Corpo de  Bombeiros, que foram atender ao incêndio. A idosa estava recebendo os primeiros socorros e contou que a nora havia lhe agredido na cabeça depois de incendiar o lava-jato do marido, seu filho de 19 anos. Porém, a mulher não tinha informações sobre os motivos da briga do casal.

O rapaz confirmou ocorrido aos policiais contando que havia discutido com a esposa e ela em um momento de fúria colocado fogo em seu lava-jato, mesmo local onde a família reside. Ele disse não querer representar contra a esposa.

Comentários