Joinville e Carlos Barbosa vencem e vão pra final da Libertadores de Futsal

Gazeta Esportiva.com

O Joinville enfrentará na decisão o Carlos Barbosa (Foto: Reprodução Twitter)

Neste sábado, aconteceram as duas semifinais  da Copa Libertadores de Futsal 2018 e duas equipes brasileiras garantiram vaga na final da competição. No primeiro jogo, o Joinville teve um ótimo desempenho diante do Magnus Sorocaba e venceu pelo placar de 5 a 4 e irá participar da final pela primeira vez na história, enquanto que o ACBF/Carlos Barbosa jogará sua sétima final já que derrotou o Cerro Porteño por 6 a 1. A partida será amanhã as 13 horas.

Mesmo jogando fora de casa, o Joinville abriu o placar logo aos quatro minutos de jogo, quando Eka recebeu dentro da área e abriu o placar. O gol fez bem ao Magnus, que melhorou e pressionou em busca do gol de empate, que veio aos dez minutos com Marcel. Já no final do primeiro tempo, aos 17 minutos, Pixote, de letra, virou para os donos da casa.

No segundo tempo, logo no segundo minuto, o Magnus ampliou a vantagem com Leandro Lino. No entanto, o Joinville demonstrou grande poder de reação e empatou com dois gols de Gabriel, o primeiro aos oito minutos e o segundo aos 11. A virada veio aos 14 minutos, quando Eka marcou seu segundo gol na partida. O time catarinense ainda ampliou aos 18 com Bruno. No minuto final, o Sorocaba diminuiu em gol contra de Grillo, mas não havia tempo para reagir.

Já Carlos Barbosa e Cerro Porteño reeditaram a final do ano passado, mas desta vez, se enfrentando em uma das semifinais da competição. Assim como em 2017, quem se saiu melhor foi a equipe brasileira, desta vez com menos tensão do que na última temporada. Se na decisão o time venceu por 2 a 1, desta vez o triunfo foi de domínio puro dos atuais campeões: 6 a 1 e domínio total da partida.

Com a vitória, o time brasileiro jogará a grande decisão da Copa Libertadores da América contra o Joinville, equipe que nunca conquistou a competição. Já o Carlos Barbosa tentará não só o segundo troféu de modo consecutivo como tentará se juntar ao Jaraguá como maior vencedor do continente, com seis títulos.

Comentários