Jogo de domingo marcará despedida de Gabigol no Santos

Gabriel jogará na Internazionale, da Itália (Foto: Divulgação/Santos)
Gabriel jogará na Internazionale, da Itália (Foto: Divulgação/Santos)

Apesar do suspense criado por Santos e pelos representantes de Gabigol em relação a data de apresentação do atleta na Internazionale, da Itália, o UOL Esporte apurou com as duas partes envolvidas que o camisa 10 faz a sua despedida do time paulista contra o Figueirense, neste domingo, às 11h (de Brasília), na Vila Belmiro, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A decisão agrada os dois clubes. A Inter pretende contar com o jogador já no início de setembro, pois começou tropeçando no Campeonato Italiano.

O Santos, por sua vez, terá uma boa economia não pagando o ordenado do atleta até dezembro e, inclusive, considera que se preparou para a saída do jogador com a contratação de Jonathan Copete.

A Internazionale considera que investiu muito dinheiro para ter o atleta somente no fim do ano. O UOL apurou que, ainda nesta sexta-feira, o clube italiano subiu a proposta mais uma vez. O valor pago por Gabriel chega a 29,5 milhões de euros (R$ 108 milhões).

A divisão das partes é mantida em sigilo, mas o Santos receberá, no mínimo, 18 milhões de euros (R$ 64 milhões).

Gabriel, por sua vez, receberá 10 milhões de euros (R$ 36 milhões) em mãos. O restante, 1, 5 milhão de euros (R$ 5,4 milhões) pode ser dividido entre o clube paulista e intermediadores do negócio.

Gabigol viajou exclusivamente para acertar com Inter de Milão, pois a Juventus foi descartada por causa de valores financeiros. O clube de Turim ofereceu 20 milhões de euros (R$ 72 milhões), 8 milhões de euros a menos (quase R$ 29 milhões). Neste caso, Gabigol ficaria só com 2 milhões de euros (R$ 7 milhões).

Já para acertar com a Internazionale, além dos 10 milhões de euros (R$ 36 milhões), Gabigol terá salários de 3,5 milhões de euros (R$ 12,6 milhões) por temporada, pouco mais de R$ 1 milhão por mês.

A Juventus, primeiro clube italiano a fazer proposta oficial por Gabriel, ainda ficou prejudicada na briga pelo fato de ter por trás a Doyen Sports na transação. Santos e Doyen travam uma briga na Justiça e são inimigos declarados.

Matéria: Samir Carvalho –  Do UOL, em Santos (SP)

Comentários

comentários