Jair Ventura destaca evolução do Corinthians: ‘Deixamos de sofrer gols’

ESTADÃO/JN

Técnico elogiou setor defensivo da equipe que deixou de tomar gols após três partidas

O técnico Jair Ventura comemorou o fato de o Corinthians não ter levado gol no empate por 0 a 0 com o Flamengo na quarta-feira, no jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil. Para o treinador, essa foi a principal evolução em relação às derrotas para o Palmeiras (1 a 0) e para o Ceará (2 a 1), além do empate contra o Atlético-MG (1 a 1) nas três últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

Jair Ventura orienta jogadores do Corinthians no duelo contra o Flamengo. Foto: Pilar Olivares/Reuters

“O mais importante é que quebramos a sequência de tomar gols. Vimos evolução da equipe de uma maneira geral. Agora, vamos jogar em casa e temos que nos preparar para não só não sofrer, mas também marcar gols”, comentou o treinador.

No duelo contra o Flamengo, Jair armou o Corinthians com três volantes no meio-campo: Gabriel, Ralf e Douglas. O time alvinegro passou a maior parte do jogo em seu campo de defesa. No segundo tempo não chegou a criar nenhuma chance de gol. Ainda contou com atuação inspirada de Cássio para garantir o resultado.

O treinador avisou que a estratégia em campo mudará no jogo de volta da Copa do Brasil – o Corinthians vai encarar o Flamengo novamente no dia 26, em São Paulo. “Cada jogo é uma estratégia. Com certeza no jogo de volta não vai ser essa. O Flamengo tem um jogo apoiado muito forte pelo corredor central, com o Paquetá e o Diego, por isso os três volantes também. Conseguimos tirar o poder de criação deles. Agora, vamos trabalhar mais a parte ofensiva para neutralizar e também ser mais efetiva no terço final”, avisou.

O Corinthians agora tentará voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. Após um empate e duas derrotas consecutivas, o time alvinegro caiu para a décima colocação na tabela e está a 11 pontos do G6. No domingo, às 19h, receberá o Sport pela 25ª rodada da competição.

“Estamos trabalhando para dois títulos este ano. O DNA do Corinthians é vitorioso. Vamos tentar vencer sempre. Mas quando você não perde na casa do seu adversário, fica bem mais próximo de vencer em casa”, finalizou.

Comentários