Irmão nega ter feito sexo com Andressa Urach: ‘Estou indignado’

Ricardo Urach garantiu que não teve relações sexuais com a meia-irmã em entrevista

Rio – Depois de ficar entre a vida e a morte internada na UTI por conta da aplicação em excesso de hidrogel na perna, a ex-modelo Andressa Urach resolveu contar todos os “podres” da sua carreira na “Morri para viver – meu submundo de fama, drogas e prostituição”.

Rodrigo Urach, a irmã Andressa e a mulher Mayara Foto:  Reprodução Internet
Rodrigo Urach, a irmã Andressa e a mulher Mayara
Foto: Reprodução Internet

Entre as revelações mais polêmicas está a perda da sua virgindade com o meio-irmão, ainda adolescente. “Comemorei o aniversário de 15 anos ao lado do meu pai e do meu irmão, então um garoto de 16 anos, filho de outro casamento. Meu pai o obrigava a participar dos bailes da cidade para me proteger, como se fosse um segurança particular. Ao voltar de uma dessas festas, bêbados, dormimos na mesma cama e tivemos relação sexual. O primeiro homem da minha vida foi o meu irmão”, disse Andressa.

Diante desse trecho do livro, Ricardo Urach, alguns meses mais velho que Andressa, se viu obrigado a desmentir o episódio relatado pela irmã. “Estou indignado. Dessa família espero tudo. Para mim essa história não muda nada do que eu sou. Não fiz nada de errado. Nunca precisei dela, mas não quero prejudicá-la. Como vou provar o contrário?”, disse Ricardo em entrevista ao Extra .

Ricardo trabalha como motorista da Prefeitura de Bossoroca, no interior do Rio Grande do Sul, e é casado com a comerciante Mayara Karnikowski, que também comentou as revelações de um suposto incesto do seu marido com Andressa Urach.

“No livro, ela não cita o nome do irmão, até porque tem quatro ou cinco por parte de pai. A diferença entre eles é bem pequena. Mas aí todo mundo associou ao Ricardo, que coitado nem sabia do que estava acontecendo. O pai dele, que é outro louco, decidiu dizer a um site que preferia não acreditar nisso, mas que se tinha bebida, sei lá. Onde já se viu isso?”, disse Mayara.

iG

Comentários

comentários