IR 2019: Contribuintes devem ficar atentos para não omitir rendimentos, reforça delegado da Receita Federal

Nádia Nicolau

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2019 começou no dia 7 de março e segue até 30 de abril. Lembrando que o contribuinte que enviar logo no início, sem omissões ou inconsistências, receberá sua restituição mais cedo.

Na lista de prioridade dos recebimentos das restituições estão os idosos, pessoas com doença grave, deficientes físicos ou mentais. As restituições serão pagas de junho a dezembro, para quem não cair na malha fina.

De acordo entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (11), o delegado da Receita Federal em Mato Grosso do Sul, Edson Ishikawa, disse que este ano os contribuintes poderão acrescentar às declarações os seus dependentes utilizando o CPF. “Em situações simples, a pessoa física pode realizar a própria declaração até mesmo via smartphone e ficar atento para não omitir dados dos rendimentos”.

O delegado ressaltou ainda que ano passado 97% dos contribuintes entregaram a declaração na data estabelecida, e destacou que este ano a multa para quem deixar de declarar ou entregar fora do prazo será de R$ 165,74 ou 20% do imposto devido.

Para os que tiverem dificuldades ou mesmo quiserem tirar dúvidas, a Receita Federal em Campo Grande está localizada na Rua Desembargador Leão Neto do Carmo, nº 3, bairro Jardim Veraneio. O atendimento da unidade é das 07h às 19h e o telefone é o (67) 3318-7200.

Comentários