Inspirado em Zé Roberto, Dracena sonha com o Mundial no Palmeiras

O zagueiro Edu Dracena foi apresentado oficialmente como zagueiro do Palmeiras com gana de ser titular da equipe em 2016.

Zagueiro Edu Dracena já com a camisa do Palmeiras (Foto: Divulgação)
Zagueiro Edu Dracena já com a camisa do Palmeiras (Foto: Divulgação)

O jogador de 33 anos deixou o Corinthians após o final da temporada depois de passar praticamente o ano inteiro como reserva da dupla Felipe e Gil.

“Sempre procurei resolver a situação olho no olho. Aconteceu isso. Eu queria jogar. Não queria passar mais um ano na reserva. Aqui vejo que tenho mais chances de jogar”, disse.

Para ser titular, o zagueiro terá que disputar posição com Victor Hugo, Roger Carvalho e Leandro Almeida, além dos jovens Nathan e Tiago Martins. Sobre o fato de ter jogado do arquirrival, o defensor – que já passou por Santos e Guarani – minimizou a rivalidade.

“Não atrapalha ter jogado no Corinthians. Sou profissional. O grupo me recebeu muito bem. Sempre falo que 50% do sucesso está ligado ao bom ambiente. Lógico que precisa ter técnica, tática e qualidade individual. Mas o ambiente ajuda muito. Temos tudo para ter um ano maravilhoso”, avaliou.

Veja as outras declarações de Edu Dracena como jogador do Palmeiras:

Não se vê em fim de carreira

“Ainda tenho lenha para queimar. Para quebrar esse paradigma que há no Brasil, de que jogador acima de 30 anos é velho. Aqui temos um grande exemplo: Zé Roberto. Sigo esse exemplo. Tenho 34 anos com cabeça e físico de 21”

Disputa da Libertadores

“O Palmeiras sai um pouco na frente. Quanto menos peça mexer, melhor. O elenco é qualificado; Na Libertadores o time pode chegar na segunda fase fortalecido. Os adversários vão ver o time com mais respeito. Será muito bom para o Palmeiras (enfrentar adversários fortes na primeira fase)”

UOL

Comentários

comentários