Inquilino é baleado com tiro na testa em frente dos filhos por dívida de aluguel

Um homem de 47 anos foi alvejado a tiros na frente de seus filhos na tarde deste sábado (19) durante a cobrança do primeiro mês de aluguel da casa onde morava no bairro Jardim Cangalha.

O homem foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital. (Foto: TL Notícias)
O homem foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital. (Foto: TL Notícias)

De acordo com informações contidas no boletim de ocorrência a vítima estava sentada em uma cadeira no quintal de sua casa quando recebeu a visita inesperada do dono da residência que exaltado cobrou do inquilino os três meses de aluguel que estariam atrasados e durante a conversa as partes foram se exaltando passando a discutir sendo que em dado momento o autor sacou uma arma e efetuou dois disparos contra a vítima, sendo que o primeiro atingiu a parede da casa e o segundo foi certeiro e atingiu a testa do inquilino

A vítima caiu ao solo de imediato onde permaneceu até a chegada da unidade de resgate do SAMU (Serviço DE Atendimento Móvel de Urgência) que rapidamente prestou os primeiros atendimentos e encaminhou a vítima ao Hospital Auxiliadora para atendimento médico especializado.

De acordo com informações da namorada do autor que presenciou o crime os homens começaram a discutir a respeito do pagamento do aluguel e a vítima disse que já tinha pago a água e a luz da casa e que na sequência pagaria o aluguel sendo que o autor enfurecido disse para o homem desocupar a casa pois não iria sustentar vagabundo e em um momento de descontrole efetuou os disparos contra o inquilino.

De acordo com informações de populares, logo após os disparos o autor saiu do local a pé, abandonando uma caminhonete estacionada na porta da cena do crime.

Após o atendimento a testemunha levou os Policiais militares da ROTAI (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) até a casa do autor porém ele não estava na residência. Foram realizadas diligências por todas as viaturas operacionais não tendo êxito na sua localização e posteriormente boletim de ocorrência foi registrado na DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

A vítima que residia em Bataguassu (MS) e chegou na cidade de Três Lagoas (MS) há apenas um mês se encontra internada e até o momento se estado é considerado estável.

Comentários

comentários