A INFLUÊNCIA DOS JAPONESES NO COTIDIANO DE CAMPO GRANDE E MATO GROSSO DO SUL

Silvio Mori

O ano de 1908 marcou o início da imigração japonesa no Brasil, com a chegada do navio Kasato Maru em Santos (SP), que trouxe 781 japoneses para trabalhar nas fazendas de café no interior de São Paulo.

Quando os japoneses chegaram, o Brasil passava por uma crise econômica. No estado de Mato Grosso (MS), vieram para a construção da estrada de ferro e em seguida, os imigrantes japoneses introduziram a tradição cultivo de hortaliças e influenciaram a população local com a culinária (sobá, sushi e outros).

Em todo o país, estima-se que o número de imigrantes japoneses seja de 1,5 milhão de pessoas, constituindo assim a maior comunidade nipônica fora do país asiático.

Campo Grande – MS possui várias características culturais trazidas pelos japoneses, como o sobá (prato típico okinawano), a Festa Bon Odori e a história com participação na Feira Central.

A história da tradicional Feira Central da cidade está ligada aos imigrantes japoneses desde o seu início, devido ao comércio de hortaliças, frutas e pelo consumo do sobá.

Alguns relatos revelam que antigamente o sobá era consumido apenas pelos donos das barracas que apreciavam “escondidos” a iguaria, pois o objetivo não era a comercialização. Posteriormente, após o interesse e curiosidade dos frequentadores o prato passou a ser vendido. Uma das homenagens é o monumento ao prato inaugurado em 2009. A representatividade do sobá é tão presente e marcante que nesse ano foi eleito por voto popular, como prato típico da cidade.

Outro exemplo é a Festa Bon Odori, inserida no calendário de comemorações de Campo Grande/MS. A festa abrange a cultura, a tradição e assinala nostalgia de muitos nipônicos. A comemoração é realizada anualmente e representa a homenagem aos antepassados com apresentações e participação do público em danças típicas.

A festa também está presente nas cidades Dourados, Três Lagoas e demais cidades no interior do estado com presença das associações japonesas. Outras comemorações como o Japan Fest em Dourados e a Festa do Ovo em Terenos são as representatividades importantes da presença dos imigrantes japoneses.

Nesses 110 anos de imigração japonesa no Brasil, podemos afirmar que nossa capital e estado foram e continuam sendo influenciados pela cultura e tradição dos imigrantes. Seja nas festividades e na culinária a tradição e os costumes milenares permanecessem fortes entre os cidadãos sul-mato-grossenses.

*Colaboração: Stephanie Amaya

Comentários