Indígenas invadem fazenda, roubam container e colocam seguranças para correr

Indígenas que ocupam áreas às margens da Perimetral Norte, em Dourados, são acusados de roubar, incendiar plantação e ainda ameaçar seguranças de uma fazenda nas proximidades da avenida Guaicurus.

Segundo o Dourados News, o fato foi denunciado pelo proprietário do local, homem de 30 anos.

O clima na região é de tensão há meses, quando o grupo, composto em sua maioria por ‘desaldeados’ de outras cidades do Estado, começou a entrar nas propriedades.

Na tarde de quinta-feira, segundo o boletim de ocorrência, aproximadamente 60 indígenas em posse de facas, foices e armas de fogo, chegaram ao container onde ficavam os seguranças fazendo com que deixassem o local.

Houve disparos para intimidá-los, conforme o registro policial.

Do interior, eles levaram uma geladeira, fogão, botijão de gás, lanternas e três banquetas de madeira. Além do roubo, o proprietário relatou dano após o grupo incendiar parte de uma plantação.

O caso é investigado.

Tensão 

Em recente entrevista ao Dourados News, o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, disse que a situação na região Norte da cidade é preocupante.

O clima de hostilidade por parte dos indígenas, segundo ele, tem sido constante, inclusive com a polícia.

“Eles [os indígenas] têm agido realmente de forma baixa, agressiva, não só contra os proprietários, mas também contra os policiais. O fato é que a gente precisa que nesse tipo de crime denunciado [ameaça, tentativa de homicídio, lesão], seja feita investigação para poder pedir a prisão dos envolvidos ou ser feita a prisão em flagrante”, afirmou no dia 25 de setembro.

Comentários