Idosa cadeirante é morta com mais de 50 facadas após briga por terreno

Michael Franco

Reprodução – Dourados News – Osvaldo Duarte

A cadeirante Nilza Fernandes, 73 anos, foi brutalmente assassinada no interior de sua residência na noite deste domingo (03), na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados, a 233 Km de Campo Grande. O principal suspeito pelo crime é o vizinho, Marcelo da Silva Gonçalves, 29 anos, foragido.

Populares contaram que a vítima e o vizinho tinham um desentendimento antigo por conta do terreno onde moram, conforme o Dourados News. Preliminarmente a suspeita é de que o rapaz teria se deslocado até a casa da mulher e a esfaqueado mais de 50 vezes.

O caso foi denunciado no 1º Distrito Policial de Dourados e é investigado.

Comentários