Ídolo do futebol egípcio é incluído em lista de “terroristas”

O ex-jogador Aboutrika é um dos maiores ídolos da história do futebol egípcio (Foto: AP Photo/Shuji Kajiyama/Via UOL)

Um tribunal do Cairo incluiu o ídolo aposentado do futebol egípcio Mohamed Aboutrika na lista de organizações e pessoas consideradas como “terroristas”, por suas supostas relações com a organização islâmica Irmandade Muçulmana.

Aboutrika, ex-atacante da seleção nacional e considerado um dos melhores jogadores africanos de sua geração, ficou famoso jogando pela equipe da capital Al-Ahly, antes de se aposentar em 2013.

O governo o considera suspeito de ter financiado a organização islâmica Irmandade Muçulmana, declarada oficialmente pelo Estado egípcio como “terrorista” desde 2013.

O tribunal inseriu o nome de Aboutrika na lista de pessoas consideradas terroristas, confirmaram o advogado do jogador e um funcionário judicial. A lista inclui o nome de mais de 1.500 pessoas, como o do ex-presidente Mohamed Mursi, atualmente preso.

Conforme uma lei antiterrorista adotada em 2015 pelo regime do presidente Abdel Fatah al-Sissi, pessoas classificadas como “terroristas” estão proibidas de deixar o território egípcio e têm seus passaportes e bens confiscados.

Na campanha presidencial de 2012, Aboutrika respaldou publicamente a candidatura de Mohamed Mursi, candidato ligado à Irmandade Muçulmana.

O advogado do jogador, Mohamed Osman, criticou a decisão do tribunal, que classificou de “contrária à lei”, porque Aboutrika “não foi alvo de nenhuma condenação nem de qualquer acusação”. Ele informou que irá recorrer da decisão.

Aboutrika encontra-se atualmente no Catar, onde trabalha como comentarista para a emissora BeIn Sports nas partidas da Copa Africana de Nações-2017. (Com AFP)

Comentários