Iceberg do tamanho de São Paulo se desprende na Antártica

VEJA/JP

Imagem de satélite europeu ilustra o desprendimento do bloco de gelo (Foto: Copernicus/Divulgação)

Uma plataforma de gelo chamada Amery, a terceira maior da Antártica, acaba de gerar um iceberg um pouco maior do que a cidade de São Paulo, com uma área de 1.636 km². Chamado de D28, o bloco de gelo é o maior produzido pela plataforma nas últimas cinco décadas.

O iceberg está sendo monitorado e rastreado, para evitar acidentes e perigos para o transporte marítimo. A previsão dos cientistas era de que o bloco se soltasse entre 2010 e 2015. Porém, ocorreu agora.

De acordo com os pesquisadores, não há relação entre o desprendimento do D28 e as mudanças climáticas. Trata-se de um acontecimento natural, que possibilita a manutenção do equilíbrio entre os oceanos e os depósitos de neve. O que, por sua vez, culmina na formação de geleiras e, eventualmente, no desprendimento de icebergs.

A estimativa é de que o bloco de gelo tenha aproximadamente 210 metros de espessura e pese cerca de 315 bilhões de toneladas (para efeito de comparação, um caminhão pesa, no máximo, 23 toneladas). Os cientistas acreditam que o D28 será carregado na direção oeste pelos ventos e correntes da Antártica, e levará anos para derreter totalmente.

Comentários