Semana do teatro terá peças para crianças e adultos

O Grupo Casa – Coletivo de artistas, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, promoverá a “I Semana do teatro para todos – Mostra Grupo Casa”, de 5 a 10 de maio, no Teatro Aracy Balabanian, do Centro Cultural José Octávio Guizzo.

Serão apresentadas quatro peças produzidas, dirigidas e encenadas pelo grupo, sendo uma específica para o público infantil e três para o público adulto.

Serviço: Os ingressos serão vendidos a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Porém a meia-entrada valerá para todos. Além disso, vale a promoção “Leve um amigo e divida uma meia”, assim cada pessoa que levar outra paga metade da meia, ou seja, R$ 5,00. Os ingressos estão sendo vendidos na sede do Grupo Casa e na Clínica de Ortodontia Prieto e Prieto ambas localizadas na rua das Caraíbas, 8 – Chácara Cachoeira ou na bilheteria do teatro uma hora antes de cada apresentação.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 3326-0222/3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453.

grupo casa programação

PROGRAMAÇÃO

Terça, Quarta e Quinta-Feira (5, 6 e 7)

20 Horas

O Despertar da Primavera (12 anos/60’)

Um espetáculo baseado na peça do dramaturgo alemão Frank Wedekind, com adaptação do texto de Fernando Lopes Lima e Philipe Faria. Com direção de Fernando Lopes Lima, Ligia Prieto, Marcelo Leite e Philipe Faria.

A peça critica a sociedade alemã do fim do século XIX com apontamentos sobre a rígida e autoritária educação nas relações entre pais e filhos, professores e alunos, em que o espaço para o diálogo ou a falta dele dá lugar à desinformação, alienação, abusos e descasos para com a formação crítica dos adolescentes. Uma história delicada, apresentada com muita força em todos os personagens adolescentes que protagonizam as dores de toda uma geração, Melchior, Moritz e Wendla trazem à tona as angústias vividas quando se tem 15 anos de idade. Despertar trata dessas novas descobertas e sensações que a adolescência nos proporciona viver. Elenco: Letícia Campos, Thaisa Contar, Kelly Figueiredo, Luciano Risalde, Ana Kariny Campeiro, Yuri Tavares, Fran Dham, Eduardo Figar, Ligia Prieto, Beget de Lucena, Yasmim Fonseca e Vini Ferreira. Com direção de Ligia Prieto, Fernando Lopes Lima, Philipe Faria e Marcelo Leite. Dramaturgia adaptada por Philipe Faria e Fernando Lopes Lima. Cenário e Figurino, Kelly Figueiredo, Fernando Lopes Lima e Ligia Prieto.

Sexta-feira (8)

20 horas

Baixio dos doidos (12 anos/60’)

Um homem juntando suas coisas para mudar. Recolhendo memórias e pedaços de si mesmo. Um homem só de mudança. Vai deixar para trás os sonhos de uma vida a dois e levar consigo só o que lhe pertence. Ele tenta entender o porquê das coisas expiando seu próprio passado. Um homem só leva da vida histórias vividas. Este é um bom ponto para começarmos. Dramaturgia de Fernando Lopes Lima com colaboração de Beget de Lucena. Direção de Fernando Lopes Lima, Ligia Prieto e Marcelo Leite. No elenco: Beget de Lucena e Bruno Loiácono. Cenário e Figurino Ligia Prieto. Direção musical de Marcelo Leite.

Sábado e domingo (9 e 10)

16 horas

Zion – o Planeta dos Carecas (Livre/40’)

Um espetáculo baseado no livro infantil de Ariadne Cantú, “O Planeta dos Carecas”, dramaturgia de Fernando Lopes Lima. Com direção de Ligia Prieto.

É um conto lúdico de respeito ao ser humano, independente de suas qualidades. Nele, é narrada a história da população do planeta Zion, onde todos são carecas, uma alusão delicada às consequências do câncer. Com muita música a história do protagonista Ricardo se apresenta narrada por Bianca, sua melhor amiga e habitante de Zion que adora contar histórias ao olhar para o planeta Terra ao cair da noite. À primeira vista a história parece ser apenas um apoio a quem é diferente, mas basta uma análise mais profunda é possível adotar outra conotação: a de respeito ao próximo. No elenco: Letícia Campos, Thaisa Contar, Kelly Figueiredo, Luciano Risalde, Igor Benites, Bruno Yudi, Ana Kariny Campeiro, Yuri Tavares, Fran Dham. Com direção de Ligia Prieto e Fernando Lopes Lima. Direção musical de Philipe Faria. Cenário e figurino de Kelly Figueiredo, Ligia Prieto e William Carrapateira.

Sábado e domingo (9 e 10)

20 horas

Amor (12 anos/60’)

Livremente inspirado nos romances “Eu Sei Que Vou Te Amar” de Arnaldo Jabor, “O Coiote” de Roberto Freire e “Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector. Vivida nos anos 80, com muita música, dança e cores, “Amor” conta a história de dois personagens, Ele e Ela, um jovem casal recém-separado que descobre que a verdade do amor está em vivê-lo em toda sua essência, loucura, e destemperança. Numa divertida e intensa brincadeira de atuação, três atores dividem um mesmo personagem, Ele, contracenando com uma única atriz, apresentando assim todas as facetas dos sujeitos aprisionados no abismo do amor. “Amor” é uma viagem de volta ao passado apontando as angústias e graças vividas em todos os relacionamentos a qualquer tempo. No elenco: Ligia Prieto, Beget de Lucena, Bruno Loiácono e Vini Ferreira. Direção e dramaturgia de Fernando Lopes Lima, codireção de Marcelo Leite, assistência de direção de Luciano Risalde. Cenário: Ligia Prieto e Fernando Lopes Lima.

Comentários

comentários