Hospital vai abri sindicância para apurar caso de paciente com larva na boca

A filha de um paciente de 82 anos internado no Hospital da Vida em Dourados,  procurou a Polícia Civil e registrou boletim de ocorrência de ‘perigo para a vida ou a saúde de outrem’, no final da tarde de quinta-feira (23).

Família registrou ocorrência na Polícia
Família registrou ocorrência na Polícia

A alegação dela é que a vítima estaria com larvas na boca, causadas por moscas que adentraram ao local. O fato acabou percebido durante horário de visita a unidade de saúde. O homem foi internado após um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Ainda conforme a mulher, uma enfermeira teria afirmado que o caso seria normal, já que a porta do quarto ‘fica aberta em alguns momentos’.

Procurado pela enfermeira, O médico isentou sua equipe de culpa e disse que os profissionais eram competentes.

A Fundação de Serviços de Saúde de Dourados (MS), que administra o hospital informou em nota oficial que irá instaurar sindicância para apurar se houve negligência por parte dos funcionários.
Conforme a nota, o paciente é morador em Itaporã – distante 16k de Dourados – e sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e está em coma, entubado, internado na “ala vermelha” do hospital, onde ficam os pacientes em estado mais grave.

Confira nota na íntegra:

Sobre caso de paciente internado no Hospital da Vida a direção da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), que gerencia o hospital, informa que uma sindicância será instaurada para apurar se houve negligência por parte dos funcionários e afirma que medidas administrativas serão adotadas caso fique comprovada falha no atendimento ao paciente, mas considera como um caso isolado.

O paciente, morador em Itaporã, tem mais de 80 anos, sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e está em coma, entubado, internado na “ala vermelha” do hospital, onde ficam os pacientes em estado mais grave.

Para a Funsaud se trata de um fato lamentável, que terá uma profunda investigação. O Hospital da Vida passou por reforma, melhorou o atendimento à população. O quarto em que o paciente está tem cama nova e equipamentos novos. A Funsaud reafirma que já está tomando as devidas providências.

Comentários

comentários