Hospital do Câncer consegue na Justiça bloqueio de R$ 1,8 milhão da Prefeitura

O desembargador Paschoal Carmello Leandro, vice-presidente do Tribunal de Justiça, bloqueou R$ 1,8 milhão dos cofres da Prefeitura de Campo Grande, a pedido dos advogados do Hospital de Câncer Alfredo Abrão (HCAA),. O valor corresponde ao montante não repassado pelo município desde setembro deste ano.

“Estamos sem receber do município desde setembro. São R$ 350 mil por mês, que somados com o valor de dezembro, totalizam R$ 1,4 milhão”, detalhou o presidente do hospital Carlos Coimbra. Além disso, há atrasos no pagamento de prestação de serviço de cirurgia ortopédica. “No total, são R$ 1,8 milhão que a prefeitura não repassou ao hospital”, resumiu.

O HCAA realiza, em média, 16 mil procedimentos por mês e tem orçamento mensal de R$ 2,1 milhão. Parte desse dinheiro resulta de transferências das três esferas de governo. “O Estado repassa R$ 900 mil para custeio e recebemos do governo federal, valor médio líquido, de R$ 1,3 milhão, referente à tabela SUS”, informou Coimbra. “Também houve repasse do governo estadual de R$ 10 milhões para conclusão da obra no hospital”, acrescentou.

Comentários