Hospital aguarda confirmação de morte cerebral de paciente com raiva

Continua em estado grave o corumbaense que foi diagnosticado com raiva humana em Mato Grosso do Sul.O paciente se encontra internado no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian(HUMAP), em Campo Grande.

No último domingo(10), o resultado do exame de Dopler, função que indica o fluxo sanguíneo, relatou falta de atividade sanguínea no cérebro, o que indica paralisação da atividade cerebral. A morte cerebral não foi relatada, já que o paciente ainda passa por outros exames que devem ter os resultados divulgados ainda esta semana.

O médico infectologista responsável pelo tratamento do paciente, Dr Maurício Pompilio, afirmou, na manhã desta segunda-feira (11), que o paciente tem um edema cerebral diagnosticado no domingo, 10. Além disso, o piscineiro teve várias complicações, inclusive renais e há uma semana, a equipe médica reduziu a sedação do paciente, mas ele não voltou do coma. Apesar das complicações de saúde do paciente, foi constatada diminuição do vírus da raiva, o que, de acordo com Pompílio, pode auxiliar no tratamento de novos casos da doença.

Comentários

comentários