Hortas Comunitárias vão incentivar produção local e estimular economia de bairros

Nádia Nicolau

Para estimular o desenvolvimento da agricultura familiar no espaço urbano, em entrevista, o secretário especial do governo de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto de Assis, falou sobre o projeto que, nas palavras dele, “nasceu de ouvir as pessoas”. As hortas comunitárias se tornarão realidade, com incentivos do governo estadual e da prefeitura de Campo Grande.

“Hoje, a agricultura urbana está presente em bairros da capital”, disse Carlos Alberto, completando que para ajudar os pequenos produtores, está previsto o suporte, apoio, assistência técnica e conhecimento para a implementação da horta comunitária nos bairros.

Mesmo sendo uma iniciativa nova, a expectativa, segundo o secretário, é que com o desenvolvimento dos ‘vazios urbanos’ se transformando em hortas, o consumo do que for produzido aumente e promova a geração de renda e empregos.

“80 hortas estão funcionando de forma precária”, lembrou Assis. Ele afirmou que até o final deste ano, 120 novas hortas estarão em plena atividade, com a promessa de número crescente para o próximo ano.

Os interessados em iniciar a produção de Horta Comunitária deverão buscar orientações na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedesc) ou na Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer).

CLIQUE AQUI para conferir a entrevista na íntegra.

Comentários