Homem que invadiu casa e matou desafeto por ciúmes se entrega à polícia

William Fernandes Moreira de 48 anos, suspeito de assassinar Renan Teixeira Barbosa, 34 anos, se entregou nesta quinta-feira, dia 28 de março, na Primeira Delegacia em Naviraí. Na delegacia, o autor disse que a motivação é passional, já que Renan estaria tendo um caso com sua ex-namorada. A Polícia Civil investiga a participação de outras pessoas no crime.

Caso

Renan estava em casa na companhia do filho, menor de idade, e de um amigo de 22 anos, quando o pistoleiro chegou e bateu palmas na noite da última segunda-feira (25). O amigo foi abrir a porta e neste momento o homem invadiu a casa com arma em punho.

Ele foi em direção a Renan e efetuou cinco tiros contra a vítima, que foi ferida com dois tiros na cabeça, e três no braço na frente do filho.  Em seguida, o pistoleiro fugiu. Renan foi socorrido e levado em estado grave para um hospital de Dourados.

A ex-mulher da vítima e mãe da criança foi até a delegacia e contou que Renan estava tendo um caso amoroso com uma mulher que havia deixado seu antigo companheiro para ficar com a vítima. Renan morreu na noite da última terça-feira (26), no hospital de Dourados.

Comentários