Homem morre intoxicado enquanto namorava em carro

Casal havia saído de um bar, onde tinha se conhecido. Devido ao motor e ar ligados, toda a gasolina deve ter sido consumida

Um homem morreu, ontem, intoxicado com monóxido de carbono em Irajá. Ele era um taxista, de 42 anos, que estava namorando uma mulher de 51 dentro de carro fechado, com o ar-condicionado e motor ligados. A mulher estava desacordada. O caso aconteceu na garagem do condomínio onde o taxista morava com os pais, na Rua Hannibal Porto.

gara

A morte é investigada pelo delegado Gustavo Castro, da 27ª DP (Vicente Carvalho). Segundo o policial, o fato de a garagem ser fechada fez com que o gás não tivesse por onde sair. Uma das hipóteses apuradas é que, devido ao motor e ar-condicionado ligados, toda a gasolina do veículo tenha sido consumida.

O casal havia saído de um bar, onde tinha se conhecido. A mulher foi levada para o Hospital Estadual Carlos Chagas e está internada.

O delegado Gustavo Castro fez um alerta. Ele sugere que as pessoas não fiquem conversando no carro com o motor do veículo ligado. (O DIA)

Comentários

comentários