Homem morre após ser espancado e suspeito é preso próximo ao corpo

Da Redação/JN

Ronaldo Dias Costa, de 33 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar na tarde desta segunda-feira, depois de espancar até a morte um suposto morador de rua identificado como Paulo Espíndola, na Rua Irmãos Diacópulos, aos fundos da rodoviária de Aquidauana.

Vítima não resistiu e morreu no local. Foto: Luiz Guido Júnior

Conforme apurado pelo O Pantaneiro, o crime foi motivado por discussão envolvendo consumo de bebidas alcoólicas. Ronaldo disse que bebia com o outro homem desde a manhã, mas que à tarde a vítima tomou sua bebida e começou “a se achar demais”, o provocando.

Por este motivo, Ronaldo golpeou Paulo que, embriagado, caiu com a cabeça no chão. Em seguida o autor deu início à sequência de socos e chutes que levaram à morte. Ele ficou no local esperando a chegada da Polícia Militar. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas Paulo já estava morto.

Ronaldo é conhecido da polícia e já esteve envolvido em outros dois homicídios, dentro os quais um na cidade de Sinop, no Mato Grosso, e outro em Aquidauana, em 2014. Conforme apurado no local junto à Polícia Militar, a vítima seria moradora de rua e, inclusive, frequentava o local com outros moradores de rua. Entretanto, a família nega tal descrição e afirma que Paulo tem residência fixa, não é desamparado e que apenas estava no local errado, na hora errada e com as pessoas erradas.

Comentários