Homem flagrado em vídeo de sexo em praia é condenado a dois anos de prisão

Mulher que estava com a neta de 3 anos ficou revoltada e filmou a ação após confrontar os dois sem sucesso

Estados Unidos – A justiça norte-americana condenou um homem flagrado fazendo sexo com uma mulher em Bradenton Beach, na Flórida a dois anos e meio de prisão. José Caballero, de 40 anos, e Elissa Alvarez, de 20, foram denunciados por fazerem sexo na praia, em plena luz do dia, em frente a vários banhistas, entre eles crianças.

Casal revoltou banhistas em praia nos EUA por fazer sexo em público Foto:  Reprodução Internet
Casal revoltou banhistas em praia nos EUA por fazer sexo em público
Foto: Reprodução Internet

Um vídeo foi feito por uma mulher que estava com a neta de 3 anos e ficou revoltada após confrontar os dois sem sucesso. Horas após chocar os banhistas com o ato em público, o casal voltou ao mesmo local para fazer sexo.

Elissa Álvarez e José Caballero foram presos após fazerem sexo na frente de banhistas, incluindo crianças Foto:  Reprodução Facebook
Elissa Álvarez e José Caballero foram presos após fazerem sexo na frente de banhistas, incluindo crianças Foto: Reprodução Facebook

A alegação da defesa para o ato foi que Elissa estava dançando sobre José a fim de acordá-lo. A justificativa foi considerada insignificante pela promotoria. Elissa ainda aguarda sua sentença.

Em maio, o casal já havia sido declarado culpado pelo crime de “comportamento lascivo e exibicionismo”, que na Flórida está sujeito a penas de até 15 anos de prisão.

O DIA

Comentários

comentários