Homem é preso por matar morador de rua a pedradas

Um homem foi preso nesta quinta-feira (18) por matar um morador em situação de rua de 42 anos a pedradas, no Distrito Federal. A vítima dormia no momento em que começou a ser atacada.

De acordo com o portal G1, as suspeitas da Polícia apontam que a causa foi um desentendimento entre a vítima e o acusado, que também é um morador em situação de rua.

Em declaração ao portal G1, o delegado responsável pelo caso, Adval Cardoso, afirmou que os dois homens faziam parte de um grupo de pessoas que vivem entre pontos rodoviários e feiras. “Eles vigiam carros, cometem alguns furtos, tudo para juntar dinheiro e comprar pinga. São alcoólatras”, relatou ao G1

Um outro caso em que um morador em situação de rua foi atropelado várias vezes e agredido a pedradas no litoral do Paraná nesta quinta-feira (18) teve um fim diferente.

Segundo o G1, um jovem foi pego em flagrante após o assassinato e foi solto em audiência no dia seguinte. Outro homem acusado de participar do hominídio não foi identificado.

De acordo com investigações, a vítima cuidava de carros na cidade e foi perseguida a pé por um dos autores. O morador em situação de rua tentou fugir mas foi jogado ao chão em frente a um posto de combustível e atropelado várias vezes pelo homem que estava no carro.

Ainda segundo as apurações da polícia, o outro rapaz pediu uma faca para o vigilante do posto. Como ele não tinha a faca, o suspeito agrediu o morador com uma pedra ao menos duas vezes.

O vigilante acionou a PM (Polícia Militar) e o Siate (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência), mas o homem morreu no local.

Comentários