Homem é preso por incendiar casa da ex-mulher em Aquidauana

Da Redação

Um homem de 31 anos foi preso por incendiar a casa da ex-mulher, de 42 anos, em Aquidauana, a 141 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a delegada Joilce Ramos Silveira, responsável pelo inquérito na Delegacia de Atendimento à Mulher, os fatos ocorreram às 2h, no dia 19 deste mês.

O suspeito, que está separado da vítima há aproximadamente três meses e não aceita o fim da separação, foi localizado enquanto trabalhava como pedreiro em uma obra no município de Anastácio.

Na data do ocorrido, ele foi até a casa da ex, imaginando que ela estaria acompanhada de outro homem. Ele chegou ao local, arrombou o vidro da porta e invadiu a residência. “Ele tentou agredir a vítima, mas ela fugiu com a ajuda de uma vizinha e foi dormir na casa da filha”, explicou a delegada. Mais tarde, o homem voltou ao local e incendiou a residência, destruindo todos os pertences como roupas, móveis e utensílios da mulher.

O caso foi denunciado à Polícia Civil e a delegada Joilce representou pela prisão preventiva do investigado, que foi deferida pelo poder Judiciário e cumprida nesta quarta-feira (25). Ele responderá por vias de fato, ameaça e incêndio qualificado.

A delegada Joilce fez um alerta às mulheres que são vítimas de casos extremos como este: “não se intimidem, não tenham medo, venham até a Delegacia da Mulher, a resposta da Polícia e rápida e sem denunciar suas chances de ser agredida novamente aumentam. Quando uma mulher é agredida, seja física ou psicologicamente, é direito dela permanecer na casa com os filhos até que haja decisão judicial sobre a partilha de bens, ficando o agressor proibido de se aproximar, sob pena de prisão. E ainda que não queria registrar ocorrência inicialmente, podemos tirar dúvidas e encaminhar p atendimento psicológico gratuito”.

O resultado das investigações se deu a partir da ação conjunta entre a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Aquidauana e o SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

Comentários