Homem é morto a tiros após agredir filha de policial em sala de cinema

Da Redação

Homem foi assassinado a tiros por policial militar ambiental em sala de cinema de Dourados (Foto: Diogo Nolasco/TV Morena)

Júlio César Cerveira Filho foi assassinado a tiros na tarde desta segunda-feira (8), em uma sala de cinema do Shopping Avenida Center, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande. Segundo a polícia, ele teria sido morto depois de uma discussão por conta de um assento com um policial militar ambiental, identificado como Dijavan Batista dos Santos.

A sala estava lotada de crianças e adolescentes, que foram assistir o filme “Homem-Aranha: Longe de Casa”. De acordo com testemunhas, Júlio teria se aproximado das cadeiras onde estavam o policial e a filha, momento em que se desentenderam por conta das poltronas.

Durante a discussão, o homem teria agredido a filha do policial com um tapa. O pai reagiu com dois disparos. O Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionados, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. Houve tumulto no local, que foi esvaziado para perícia.

Ainda segundo a polícia, o autor dos disparos foi preso em flagrante. Ele foi pego quando  tentava deixar o shopping com o seu carro e encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) de Dourados.

 

Comentários