Homem de 64 anos é morto a golpes de facão em ataque de indígenas em Paranhos

Vítima de 64 anos teria sido morta com golpes de facão depois de ter a casa invadida por 6 indígenas – Foto: Arquivo

Almiro Arce de Lima, 64 anos, foi morto à golpes de facão no final da manhã deste sábado (28), no assentamento Beira Rio, no município de Paranhos, a 469 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o enteado da vítima, que não quis se identificar, um grupo de seis indígenas teria invadido à residência para cometer o crime.

O enteado da vítima informou que a vítima estava acompanhada pela esposa na casa, que funciona com o uma quitanda, quando o grupo de seis indígenas chegou e pediu bebidas alcoólicas. Arce explicou então que o estabelecimento não tinha o produto. Por volta das 11h, os indígenas teriam invadido o estabelecimento. Almiro tentou se defender, mas acabou sendo ferido com golpes de facão. A esposa da vítima correu e foi pedir ajuda para vizinhos.

Segundo o registro policial, outro homem, que não teve o nome divulgado, socorreu a vítima. Encaminhado até o Hospital Municipal de Paranhos, Arce não resistiu aos ferimentos. A vítima morreu em decorrência da grande perda de sangue causada pelos ferimentos na região torácica.

A Polícia Civil realiza rondas para encontrar os possíveis autores do crime. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Paranhos como homicídio doloso majorado, quando o crime é praticado contra pessoa menor de 14 ou maior de 60.

Silvio Ferreira, com informações Sul News

Comentários

comentários