Homem de 55 anos é 12ª pessoa a morrer com dengue no Estado em 2015

02dengueA Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul confirmou a 12ª morte por dengue no estado. Conforme boletim epidemiológico da doença divulgado nesta quarta-feira (2), a vítima é um homem de 55 anos, de Dourados, cidade distante 214 quilômetros de Campo Grande O número de casos notificados da doença chegou a 29.638 até hoje.

O óbito já havia sido descartado, mas novos exames confirmaram a causa da morte por dengue. O paciente foi internado no dia 18 de julho, inicialmente em decorrência do problema coronariano, já que ele tinha passado por uma cirurgia há uns 15 anos, para válvulas no coração.

Outra morte em investigação, na cidade de Alcinópolis, foi descartada.

Em 2015, outros 11 óbitos já tinham sido confirmados. Na última semana, 59 casos da doença foram notificados. Ao todo, já foram registradas 29.638 notificações.

Dos 79 municípios, 64 tem alta incidência. Iguatemi é a cidade com maior índice, com 1.280 casos notificados e incidência de 8296,1 para 100 mil habitantes. Selvíria tem a segunda mais alta incidência, com índice de 5850,3 e 376 registros. Já em Sonora, tem o terceiro maior índice, com 5766,8 casos para 100 mil habitantes e 954 casos notificados.

Com uma incidência de 1145,5 casos para 100 mil habitantes, o estado enfrenta uma epidemia da doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera epidemia quando um local tem incidência de 300 casos para 100 mil pessoas.

Mortes

Com a confirmação dessa morte, sobe para 12 o número de óbitos por dengue. Conforme o levantamento, já são três mortes em Dourados, outras duas mortes em Campo Grande e em Sonora. Corumbá, Juti, Maracaju, Paranhos e Três Lagoas confirmaram uma morte em cada município.

Comentários

comentários