Polícia descarta atropelamento no Nova Lima e investiga assassinato

A polícia foi acionada na manhã deste sábado (18) para registrar a morte de um homem que inicialmente teria sido causada por atropelamento na Avenida Cônsul Assaf Trad, em frente ao bairro Nova Lima, região norte de Campo Grande. A vitima foi identificado como Humberto Morais de Lima, 42 anos, que morreu na via por volta das 7h20 de hoje, sendo dito primeiramente atropelado após cair na rua, vindo de uma fuga, descoberta depois, por ter sido atingido e ferido por uma arma.

O caso foi tratado em inicio como acidente de transito, porque populares que passavam pelo local disseram ver quando Lima foi atropelado por uma caminhonete, mas que o condutor não prestou socorro e fugiu em seguida. Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros foram acionadas, porém a vítima não resistiu.

Contudo, quando a equipe do Samu chegou ao local, se constatou que a vítima havia sido atingida por um tiro no lado esquerdo do tórax. A Polícia Civil está no local, mas ainda não é possível informar se o condutor da caminhonete, que atropelou a Lima, também é autor do disparo.

Caso aconteceu na avenida Cônsul Assaf Trad; vítima caiu no asfalto da via (Foto: Laureane Schimidt/ TV Morena)
Caso aconteceu na av Cônsul Assaf Trad; vítima caiu asfalto da via (Foto: Laureane Schimidt/ TV Morena)

A delegada Priscila Anuda, que foi atender o caso, após ser verificado o crime, confirmou que Lima morreu devido a perfuração encontrada no lado esquerdo do peito, descartando que ele tenha sido vítima e veio a óbito devido ao atropelamento, pois não há escoriações pelo corpo devido a batida.

A Perícia Técnica foi acionada e ainda não há informações detalhadas sobre o fato. Até o momento não foi identificado o condutor da caminhonete, que até pode ter batido, desviado em cima do corpo, mas não seria o causador da morte em si.

Comentários

comentários