Homem atingido por tiro acidental, morre no hospital

Redação

Douglas Juliano Bortoluzzi da Silva, 35 anos, morreu na tarde do último sábado, dia 05 de janeiro, vítima de um disparo acidental e arma de fogo, durante uma caçada de javalis, num canavial, próximo ao assentamento São João, em Nova Alvorada do Sul.

O rapaz chegou a ser socorrido até o Hospital em Nova Alvorada do Sul, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Policiais militares foram até o local, que era de difícil acesso, onde conseguiram localizar duas espingardas, uma de pressão modificada para 22 e a outra calibre 32.

De acordo com informações do site Alvorada Informa, a vítima e outros dois homens estavam perseguindo javalis em motocicletas, quando acabaram perdendo o controle do veículo e a arma de Douglas disparou acidentalmente.

CAÇA PERMITIDA

Conforme a PMA (Polícia Militar Ambiental), a caça a javalis é permitida em Mato Grosso do Sul, pois o animal é considerado nocivo, por ser uma espécie exótica, que traz grandes prejuízos às lavouras no estado.

Entretanto, são necessários alguns procedimentos antes de ir à caça do animal, como, por exemplo, ter autorização do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e utilizar armamento que minimize o sofrimento do animal, isto é, armas que o derrubem de uma só vez, como um calibre 12, por exemplo, devidamente registrada e documentada.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui